Clinica Diagnose

Especialidades

Conheça as especialidades oferecidas pela clínica Diagnose Serviços realizados por especialistas experientes, melhores e mais modernas máquinas e respeito ao paciente.

Alto risco

O pré-natal de alto risco é oferecido para gestantes que necessitam de uma atenção especial. A gravidez de alto risco é aquela onde a vida ou saúde da mãe ou do bebê têm maiores chances de serem atingidas que a da população em geral. Essas gestantes precisam de maior cuidado, com médico especializado nessas situações.

Endometriose

A Endometriose ocorre quando o endométrio, ou seja, o tecido que reveste a cavidade uterina, implanta-se fora do útero. O tecido endometrial, uma vez fora do útero, tem a capacidade de implantar e proliferar, aumentando a quantidade de células e o tamanho das lesões de endometriose. A disseminação do endométrio pode se dar por proximidade, acometendo tecidos e órgãos pélvicos ou pela corrente sanguínea, atingindo órgãos fora da pelve.

Ginecologia

Toda mulher que teve ou tem vida sexual deve consultar o ginecologista uma vez por ano para se submeter a uma avaliação clínica que inclui o exame de toque, o exame pélvico e a coleta do material para o Papanicolaou.

Pré-natal

Avaliação pré-concepcional a consulta que o casal faz antes de uma gravidez, objetivando identificar fatores de risco ou doenças que possam alterar a evolução normal de uma futura gestação.

Reprodução humana

Avaliação completa, individualizada e humanizada do casal com dificuldade para engravidar. Recomenda-se investigar quando mulheres abaixo dos 35 anos tentaram engravidar durante um ano, e mulheres acima de 35 anos tentaram engravidar durante seis meses.

Fertilização in Vitro

A fertilização in vitro (FIV) é uma técnica de reprodução assistida que consiste na colocação, em ambiente laboratorial, (in vitro), de um número significativo de espermatozóides, 50 a 150 mil, ao redor de cada óvulo, procurando obter embriões que serão transferidos, posteriormente, para a cavidade uterina.

Histeroscopia

A histeroscopia pode ser diagnóstica, sendo possível realizar no ambulatório ou cirúrgica.

Inseminação artificial

A técnica de inseminação intra-uterina consiste no tratamento da infertilidade através da estimulação ovariana controlada e inseminação (colocação) do sêmen capacitado (tratado em laboratório) dentro da cavidade uterina. O sêmen é introduzido através de um cateter a partir do colo uterino. O procedimento é praticamente indolor, podendo gerar apenas uma leve cólica durante a introdução do cateter. Este procedimento é realizado no período ideal do ciclo, orientado individualmente para cada paciente.

Laparoscopia

A laparoscopia ginecológica pode diagnosticar e tratar diversas alterações da pelve (útero, trompas, ovários e outras estruturas próximas) sem cortes, através de orifícios na parede abdominal. A laparoscopia é realizada no centro cirúrgico com anestesia geral.

Monitoração da ovulação

A Ultra-sonografia para Monitoração da Ovulação é um exame em que são realizadas ultra-sonografias seriadas via vaginal (em geral três ou mais exames), em dias alternados, para que seja definido o dia mais provável da ovulação.

Abdômen superior

Avaliação do fígado, pâncreas e vias biliares.

Útil para confirmação de litiase biliar, bem como anormalidades hepáticas, como hepatomegalia, esteatose e massas.

Abdômen total

A ultrassonografia abdominal pode examinar os seguintes órgãos: fígado, baço, pâncreas, vesícula biliar, rins, aorta e outras artérias abdominais (via ultrassom ou por doppler).

Dopplervelocimetria obstétrica

É um exame complementar à ecografia, quando o médico obstetra precisa avaliar melhor o feto e a mãe.

Tem como finalidade estudar a possibilidade da gestante desenvolver pré-eclâmpsia (pressão alta na gravidez) e também as condições de oxigenação do feto (bem-estar fetal). Pode ser realizado no início e no final da gravidez, depende da necessidade clínica.

Gestacional

OMS preconiza a realização de três exames ultrassonográficos na gestação.

Mamária

A principal utilização do ultrassom da mama é ajudar a diagnosticar as alterações detectadas por um médico durante um exame físico (como um nódulo mamário, a presença de sangue e/ou secreção espontânea do mamilo); e também para caracterizar as anomalias potenciais observadas na mamografia.

Morfológico do primeiro trimestre

Este exame é realizado por via abdominal, podendo ser complementado pela via vaginal, se necessário. O período para realização é entre 11 semanas e 0 dias a 14 semanas e 2 dias de gestação. Ideal entre 12 e 13 semanas (C.C.N entre 45 mm a 84 mm).

Os objetivos deste exame são confirmação da vitalidade fetal, datação da gravidez, diagnóstico de gestações gemelares e determinação da sua corionicidade (número de placentas), diagnóstico precoce das malformações fetais graves e determinação do risco de doenças cromossômicas, como a síndrome de Down.

Morfológico do segundo trimestre

Considerado o principal exame da gestação, deve ser realizado entre 20 e 26 semanas, ideal entre 22 e 24 semanas.

A ultrassonografia morfológica do segundo trimestre é a principal ferramenta diagnóstica na detecção pré-natal de anomalias congênitas.

Ela permite o exame da anatomia fetal interna e externa, não só de grandes defeitos, mas também de marcadores menores de anomalias cromossômicas, como a síndrome de Down, e síndromes genéticas.

Pélvico

A ecografia pélvica é um exame indolor, inócuo e sem desconforto que utiliza ultra-sons para obtenção de imagens dos órgãos internos, o endométrio, útero, ovários, anexos, permitindo assim a sua avaliação.

Tireóide

Feito geralmente quando existe um crescimento anormal desta glândula. O exame pode ajudar no diagnóstico diferencial entre uma cavidade contendo líquido (cisto) e tecido anormal que pode ou não pode ser cancerígeno (um tumor).

Os resultados anormais podem ser devidos a cistos, aumento da glândula tiróide (bócio), nódulos tireoidianos ou tumores.

Transvaginal

A ultrassonografia transvaginal (ou endovaginal) é um exame diagnóstico não invasivo utilizado para a avaliação dos órgãos pélvicos: canal vaginal, reto, parte do sigmoide, útero incluindo o colo, ovários e bexiga. Serve também para avaliar gravidez do primeiro trimestre

Transvaginal para contagem de folículos antrais

Este método é utilizado para avaliar o número de folículos (cada folículo abriga um óvulo) presente nos ovários. Consiste em um exame de ultrassonografia transvaginal realizado entre o segundo ao quinto dia do ciclo menstrual.

Ultrasom Transvaginal com Preparo Intestinal (USTVPI)

Endometriose esta presente em 10% da população e alcança até 60% na população infértil, a ecografia transvaginal com preparo intestinal, ajuda fazer o mapeamento pélvico, identificando nódulos em diferentes pontos da pelve, 90% estão presentes no compartimento posterior da pelve , região retrocervical, ligamentos útero-sacros, ovários os chamados endometriomas, que quando identificados, por ser um marcador da doença  profunda, tem que ser ampliado o exame.

O principal órgão extraginecológico acometido é o intestino, fazer o exame do mesmo, requer o preparo intestinal, que  elimina o conteúdo fecal, facilitando a identificação das camadas da parede do intestino, bem como a pesquisa dos focos de endometriose profunda nos principais sítios.

Ultrassom ginecológico 3D/4D

A ultra-sonografia ginecológica 3D/4D, atualmente é, métodos diagnóstico indispensável na avaliação das malformações uterinas: útero arqueado, útero septado, útero bicorno e didelfo, permitindo diagnósticos precisos, na maioria das vezes, os cortes coronais mostram a duplicidade dos endométrios, a extensão do septo e o contorno externo do útero se tem ou não depressão, o que possibilita a classificação, fornecendo informações que auxiliam a conduta terapêutica e o prognóstico reprodutivo( abortamentos de repetição estão associados a malformações uterinas). O útero septado iria para correção cirúrgica por histeroscopia (septoplastia).

Ultrassom obstétrico 3D/4D

O ultrassom em 3-D, ferramenta importante para completar a avaliação do feto, e identificar algumas alterações de forma mais clara como falta de um membro ou lábio leporino, avaliação do coração fetal, por mencionar algumas, e do ponto de vista emocional e estético, ajuda aproximar os pais, ao verem o filho(a) traços que lembram alguém da família, pois, mostra fotos do bebê em três dimensões, e dá para ver o rostinho dele com detalhes. A ultrassonografia em 4-D seria o mesmo 3-D, mostrando as imagens em movimento.

Ultrassonografia da próstata via abdominal

Exame ultrassonográfico não invasivo, realizado em homens, com o objetivo de se avaliar a próstata, bexiga e vesículas seminais.

Pronto para agendar a sua consulta?

Se precisar de mais alguma informação entre em contato conosco por meio do nosso Whatsapp:

Rolar para cima
Rolar para cima