Abdômen total

A ultrassonografia abdominal pode examinar os seguintes órgãos: fígado, baço, pâncreas, vesícula biliar, rins, aorta e outras artérias abdominais (via ultrassom ou por doppler).

 É usado para localizar problemas dentro da cavidade abdominal. Pode mostrar órgãos e movimentos. É mais frequentemente realizada pelos seguintes motivos:

  • Diagnosticar alterações  no fígado, na vesícula biliar, baço, pâncreas, rins e outros órgãos dentro do abdome;

  • Ajudar a determinar a causa da dor abdominal;

  • Identificar pedras na vesícula biliar ou nos rins;

  • Avaliar tumores, cistos, abscessos ou outras massas no abdome;

  • Ajudar a determinar por que um órgão interno está aumentado;

  • Avaliar a artéria aorta quanto a presença de aneurisma;

  • Avaliar o estreitamento das artérias do abdome;

  • Avaliar  dano no baço;

  • Avaliar doença do fígado ou pancreatite;

  • Localizar objeto estranho no abdome, como uma bala de revólver por exemplo.

Fatores de risco e complicações durante o procedimento 

  • A obesidade e a desidratação podem tornar mais difícil a avaliação dos órgãos durante o exame;

  • Gases intestinais podem dificultar a visualização dos órgãos internos;

  • A presença de bário ou outros materiais de contraste no intestino (de outros tipos de radiografias ou exames) podem também dificultar a visualização dos órgãos internos.