A histeroscopia pode ser diagnóstica, sendo possível realizar no ambulatório ou cirúrgica.


Diagnóstica

A grande vantagem é a possibilidade de sua realização em ambulatório sem o uso da anestesia e sem requerer internação. Após o exame o paciente poderá retornar as suas atividades cotidianas normais.

  • Espessamento do endométrio
  • Adenocarcinoma do endométrio
  • Miomas
  • Aderências (Sinéquias)
  • Sangramento uterino normal
  • Infertilidade
  • Biópsias endometriais
  • Abortamento de repetição
  • Pólipos

Cirúrgica

Vídeo Histeroscopia operatória exige internação/internamento e anestesia, pois os instrumentos utilizados são mais calibrosos. Mesmo assim o método reduz significativamente o risco de infecção hospitalar e o tempo de recuperação da paciente é mínimo.

  • Cateterização/laqueação tubária (Essure)
  • Retirada de miomas
  • Retirada de pólipos
  • Retirada de sinéquias
  • Ablação do endométrio
  • Remoção de corpo estranho
  • Correção de útero septado (septoplastia)